5 lições de Caraíva

  1. Desapegue A primeira lição que Caraíva te ensina é a desapegar, e isso é para poucos. Se você acha que o seu smartphone já é uma extensão sua, um órgão vital que você não vive sem, pode esquecer Caraíva. Lá o único sinal que pega é o da VIVO e mesmo assim em raros lugares, na maioria das vezes à beira do rio ou próximo do mar. Wi-fi existe, mas funciona aos trancos e barrancos. E acredite, internet e redes sociais não serão seu foco. A segunda lição é o desapego material, as ruas do vilarejo são de areia fofa e o único tipo de sapato que você vai precisar é um bom par de Havainas, que vai te acompanhar desde o começo do dia, nas andanças pelas praias, até o final da noite, quando o aconchego do forró pé de serra te convida a esquecer tudo e ousar dar alguns passos. A mala não precisa ser grande, as roupas não precisam ser chiques e a maquiagem vai ser apenas o bronze natural, muito mais bonito que qualquer blush de farmácia importada.
  2. Dance Caraíva é embalada por dois ritmos bem brasileiros, o forró, no estilo mais tradicional, com sanfona, zabumba e triângulo, e o samba de raiz de Dorival Caymmi, Noel Rosa e Pixinguinha, te fazendo viajar no tempo. Lá, quem sabe dançar dá show, e quem não sabe, se joga do mesmo jeito. Afinal, é impossível não se deixar levar pelos sons do Nordeste. O forró tem toda noite, normalmente de terça a domingo (em alta temporada: novembro a março), alternando entre o Forró do Pelé e o Forró do Ouriço, duas casas de dança da vila. Quando nenhum dos dois abre, rola Forró no Bar do Porto, um restaurante super delícia à beira do rio. E a pousada que tive o prazer de ficar, Thaynã, promove a Segunda sem lei, com o melhor samba que eu já vi (e olha que moro no Rio de Janeiro!).
  3. Prove Aos olhos de quem chega pela primeira vez em um lugar, tudo é novidade. Mas Caraíva possui algumas particularidades que você não pode se negar experimentar. São elas:
    – o pastel de Arraia do Bar do Pará
    – a cachaça com gengibre chamada Netuno
    – o doce nega maluca do Canto da Duca
    – a moqueca do Restaurante Aquarius
  4. Explore O labirinto que as ruas de areia formam assusta no começo, mas não se preocupe, a sensação passa bem rápido e logo logo você conhece todos os atalhos para ir do hotel para a rua principal e da rua principal para o rio e do rio para a igreja.. E o melhor jeito de se encontrar é explorando. Caminhe por todas as ruas possíveis (até porque não são muitas) e se delicie com as casas pintadas, as portas ornamentadas, a vegetação, as frases espalhadas e o amor que grita em cada detalhe dessa vila. E se possível, vá além. Atravessando o rio de barquinho e caminhando mais uns 3 quilômetros você chega a incrível Praia do Satu, um mar com um azul incrível e bem à frente uma lagoa maravilhosa de água quente. Aí é só escolher em qual você quer dar o mergulho primeiro. Vá cedo e leve um lanche, a praia é deserta, o dia vai passar rápido e você só vai se tocar quando a fome bater. Outra opção é contratar um bugre ou um barco e ir à praia do Corumbau, essa já fica mais distante e no outro lado do rio, são 9 quilômetros de areia fofa e sol quente na cabeça, então não sugiro ir à pé. Confesso que me apaixonei tanto pelo Satu que fui duas vezes nele e nenhuma no Corumbau, mas pelo menos já tenho uma desculpa para voltar em Caraíva.
  5. Converse Se tem uma máxima que Caraíva não respeita é “não fale com estranhos”. Fale. Puxe assunto, pergunte, seja curioso. 80% dos moradores de Caraíva são jovens que por algum motivo cansaram da correria da cidade grande, gente de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador… Capitais cosmopolitas desse Brasil ou até mesmo do mundo. Conheci muita gente interessante, com histórias maravilhosas para compartilhar. Gente que se joga nos mais diversos destinos e não tem medo do desconhecido. Gente que te contagia com essa sede de viver, no sentido mais puro da palavra.
Anúncios

20 thoughts on “5 lições de Caraíva

  1. Da forma como você descreve Caraíva e as fotos também, nos fazem ter a impressão de que se trata de um verdadeiro “pedacinho” do paraíso aqui na Terra. Já morrendo de vontade de conhecer rs

    Gostar

    1. THAYSA GOIS, Já tive o privilégio de conhecer esse “pedacinho ” do paraíso como você se referiu, e tenho que concordar em genero número e grau com todos os pontos abordados pela matéria. O pastelzinho do bar do pará é uma delícia, isso sem falar do peixinho frito na hora que dá água na boca só de lembrar.
      A praia é de uma beleza impar e te faz voltar a infância, porque existe uma imensidão de conchinhas de todos os tipos e tamanhos que não deixa você resistir e quando percebe, você esta se agachando e “catando” conchinhas ao logo de sua caminhada.
      Sim! vale a pena cada minuto passado ali. A travesia de barco, as ruazinhas de areia que deixam seus pés escuros, a simpatia dos moradores, suas “lojinhas”, enfim, se tiver oportunidade conheça.

      Liked by 1 person

  2. Caraíva é sem sombra de dúvidas o lugar mais interessante que eu já visitei. E sempre que tenho oportunidade, volto.
    Suas dicas são ótimas, mas aproveito pra acrescentar: Tem comer uma pizza; brigadeiro de colher; açaí com cupuaçu.

    Liked by 1 person

      1. Oi Ludmila,voce pode encontrar o brigadeiro de colher no restaurante Mangaba(perto do restaurante do Porto) e a pizza no próprio restaurante do Porto (claro q ha outros locais como o Principado,mas a pizza do Porto é absolutamente divina).Beijos

        Gostar

  3. adicione por favor:
    esqueça do tempo,
    desça o Rio Caraiva de bóia,
    prove o Natural (esqueci o nome do lugar mas é uma Tia alguma coisa)
    e não perca o cinema na rua. Um ótimo lugar.

    Gostar

  4. Amei esta postagem,amo Caraiva.Amo Trancoso,sinto saudades da vida simples,de se sentir completa ao estar proxima de tanta beleza e um privilegio vivenciar tanta natureza e hospitalidade!

    Gostar

  5. Amei o texto! Também nunca tinha ouvido falar deste vilarejo, mas conheci Caraíva no final do ano com amigos e foi uma experiência simplesmente sensacional! vontade não falta de passar o ano novo lá novamente este ano!! Conhecer Corumbau também está na minha lista do que deixei por fazer…

    Gostar

  6. Olá,
    Vou reforçar o coro e dizer que me apaixonei pelo vilarejo! Li o blog antes de viajar e, agora, relendo, vejo que preciso retornar prá conhecer a Praia do Satu e explorar mais. Salve Caraíva!!!

    Gostar

  7. Caraíva fez me encantar e olha q já fui e já vi lugares incríveis , mas a beleza e a simplicidade de lá fez eu me apaixonar , fui esse mês de fevereiro com meu marido e minhas duas filhas clara e carol de 10 e 9 anos , quero voltar só eu e o marido para outra lua de mel rs

    Gostar

  8. Tenho o enorme prazer de dizer que sou nativa desse pedacinho de paraíso, sem sombras de dúvidas uma das pessoas mais felizes e sortuda dessa vida, vivi uma infância dos sonhos, com um contato direto com a natureza, não poderia ter brinquedo melhor. Agora jovem vivo momentos maravilhosos que esse lugar sempre me propõe, sem sombras de duvidas o melhor lugar para apreciar as suas férias. Isso se Caraíva te aceitar, então seja o mais simples possível e viva cada momento como se não ouvesse o amanhã, se permita e deixa a energia mais pura e agradável entrar dentro de você, esqueça os problemas e tenha as férias dos sonhos, de forma simples e mais amável que poderia ser. Existem pessoas que não são adaptadas a esses tipos de lugares, são essas que Caraíva tem o prazer de mostrar o barquinho da volta hahaha
    Já aproveitando a oportunidade de falar desse barquinho, que não poderia deixar passar batido.. É aonde tudo começa, onde o clima já muda e você se sente mais leve e aliviado, esse barquinho também nos faz chorar quando temos que partir, triste ne ?
    Mais senpre tenha a convicção de que valeu a pena e se tiver que voltar esse barquinho vai ser explorado mais uma vez!! Não deixe de dar um ar de alegria na sua vida, visite Caraíva Bahia ♥
    Um bom acréscimo no seu blog linda seria falar um pouquinho do carnaboia 😉
    #caraivameuamor #pratodavida

    Gostar

  9. Caraíva é o lugar mais incrível para se viver a paz, a natureza, as novas amizades e a vida. Já fui quatro vezes lá e voltarei sempre que puder. Se paraíso há, o tal de paraíso é lá! Uma dica: entre Caraíva e Ponta do Corumbau há uma praia que pertence a um ex-cacique patajó – a Praia do Sol (nome que ele deu). É linda e se toma água de coco tirado na hora do coqueiro.

    Gostar

  10. Me apaixonei,so me dei conta de como o ceu e lindo…qndo nao vi luz eletrica rsrs e tudo claro com as estrelas senti uma energia tao boa coisa q a gente nao se da conta de como o ceu estrelado e lindo em caraíva vc tem esse prazer unico,caraíva nao tem como descrever tem que viver caraíva.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s